Cursos

%PM, %17 %667 %2015 %13:%Nov

Transição para vegetarianismo

Quando chega o momento, há a mudança! Isso é certo. Mas, junto com a vontade de se tornar vegetariano, vem as dúvidas e os contras...

Vamos te dar tranquilidade e opções para que possa fazer essa transição de forma agradável, nutritiva, sem risco de desistir. Vamos preparar pratos fáceis, que podem ser feitos no dia a dia, e que agrada até os mais exigentes e mostrar as infinitas possibilidades.

Vamos trocar experiências, preparar pratos deliciosamente saudáveis e degustar!
Haverá sorteio de um livro Cozinhando com Produtos da Estação, com 100 receitas vegetarianas, fáceis e rápidas, de minha autoria.

Todas receitas são fáceis de preparar, com o objetivo de facilitar seu dia-a-dia e dar ideias e opções para variar na alimentação vegetariana. Apostila com todas as receitas apresentadas:
- Quiche de espinafre - sem ovo e sem leite!
- Nhoque de arroz integral com molho de abóbora e "queijo" vegetal para acompanhar
- Falafel
- Bobó de caju e castanhas
- E de sobremesa Creme de cacau 
Mesmo que você não seja vegetariano é importante saber variar e ter alimentação mais saudável e principalmente, receber bem tendo opção para veganos.

Curso - 3 horas

Publicado em Cursos
%PM, %16 %939 %2015 %19:%Nov

Excluídos da mesa?

Vegetarianos, veganos, intolerantes a lactose, celíacos, diabéticos... Sim. É como nos sentimos cada vez que há um evento social qualquer. E isso começa muito cedo, nos aniversários de um aninho! Que falta de reflexão dos pais ao preparar uma festa! Tantos cuidados com decoração, convites, lembranças, painéis, e, na hora do cardápio... nada ali é indicado para criança! Aliás, nada é alimento!

Para uma criança com algum tipo de alergia ou intolerância, fica impossível comparecer à festinha. Quem é vegetariano ou vegano, vai e fica sem comer nem beber nada e ainda é criticado! E para quem sofre de intolerância a glúten? É a pior restrição, pois o glúten está em tudo. Quem tem diabetes? Quem simplesmente se preocupa com alimentação saudável sua e dos seus filhos, vai e fica desesperado para que não se sirvam de nada...

Isso é só o começo, depois vem final de semana na casa dos avós, amigos, parentes... Aí, simplesmente é melhor não ir. Será churrasco. Todo aniversário, confraternização, festa de escola, do trabalho...

Depois tem festas de final de ano, formaturas. Já pensaram como tudo acontece em torno de uma mesa repleta de...animais mortos? Gostaria de leva-los a refletir...

Restaurantes, lanchonetes, hotéis e afins... Poucos tem opções para quem faz dieta restritiva. Apesar dessa realidade estar mudando, ainda somos excluídos da vida social e gastronômica.

Por isso, dediquei-me este ano a criar e experimentar receitas que todos possam comer, com o desafio de serem pratos, lanches, sucos e sobremesas deliciosas! Venho compartilhando tudo com vocês através deste site, cursos, grupo e página no Facebook para que saibam receber e confraternizar, sem deixar ninguém de fora.

Tenho uma vontade de alcançar cada vez mais segmentos, atingindo assim a restaurantes, lanchonetes e, principalmente, hotéis.

Nutricionistas, vocês sabem que existimos! Não estamos só nos consultórios, estamos na vida, em família e entre amigos, querendo conviver e nos divertir!

 

Enquanto isso, vamos preparando nosso próprio alimento e seguindo a dieta.

Eu vivo em dieta e assim vivo bem e feliz! Descobri que dieta tem origem no grego diaita, que quer dizer, modo de vida que derivava do verbo diaitan, que é reger sua própria vida, governar-se! Que belo significando!

Muito se fala em dieta da moda! Mas como poderia existir uma moda para o SEU modo de vida? E o que essas “dietas” prometem?

Dieta é na verdade, estilo de vida e você quem decide! Com consciência, sabendo que dela depende a sua saúde física, mental, espiritual. Mas para governar-se é preciso conhecimento, e tenho descoberto o quão pouco sei!

O importante é não ir acreditando em tudo, pois há muitos paradigmas e desinformação, e manipulação de informação uma vez que os meios de comunicação têm muito mais interesses obscuros além da informação.

Vejo a alimentação como forma natural de se viver. Ou seja, voltar às nossas raízes! O que é natural? Nem sabemos mais, pois a propaganda diz que tudo é natural. Será que o iogurte que você compra no supermercado é natural? Ou os cereais matinais? Ou talvez a barrinha de cereais? Não, talvez as frutas e verduras! Talvez. Mas natural mesmo seria aquilo que não tem interferência do homem. O coco, por exemplo. O palmito. Mas tendo disponíveis poucos alimentos realmente naturais; então optamos por alimentos o mais próximo possível do natural, culturas orgânicas e, melhor ainda, de agroflorestas! Esse sistema enriquece o solo e diversifica o cultivo do pequeno agricultor. O produto cultivado dessa forma é rico em nutrientes e bem próximo do natural. Além do que ingerimos pela boca, alimentação engloba o que e como respiramos, como nos movimentamos, o que vemos, lemos e ouvimos.

Mas não é um bicho papão! É o que cada ser, com reflexão e consciência deveria fazer diariamente como ação de graças pela saúde que recebeu e que tem obrigação de cuidar. Para ter disposição, alegria e paz interior para trabalhar e cuidar dos seus entes mais queridos. Para, quando for gerar outra vida, ter condições de trazer ao mundo um ser perfeito e saudável.

 

 

Publicado em Artigos
%PM, %20 %980 %2015 %20:%Out

Hambúrguer de feijão azuki e beterraba

Quando bate aquela vontade de comer um lanchão... mas você não quer pisar na jaca, recorra às alternativas! Alguns grãos podem ser base para preparar hambúrguer vegetal que além de ser saudável e nutritivo, atende os vegetarianos e agrada toda a família.

Ingredientes:

1/2 xícara de feijão azuki

1 beterraba

1 inhame

1 colher (café) de misso

1 pitada de sal

Temperinhos verdes

2 colheres de farinha de trigo integral

2 colheres de flocos de quinoa

Farinha de rosca para polvilhar

Preparo:

Deixe o feijão de molho a noite toda. Descarte a água (isso é importante para neutralizar o fitato que é um fator antinutricional dos grãos) e leve para cozinhar em panela de pressão, cobrindo com água e uma pitada de sal.

Separadamente, cozinhe rapidamente as raízes descascadas e picadas. Leve todos ingredientes (meça novamente 1 xícara de feijão cozido) ao processador de alimentos, deixando as farinhas para colocar por último. Experimente o tempero e a consistência dessa massa que deve ser macia, porém firme para modelar os hambúrgueres.

Passe na farinha de rosca, unte uma grelha levando ao fogo médio para assar dos dois lados.

Publicado em Receitas

Apoio

Eco Viável

Exclusivo


Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/gesta159/public_html/dvs/templates/shaper_helix3/html/mod_s5_mailchimp_signup/default.php on line 17

Cadastre-se gratuitamente para receber as última informações sobre as Delícias da Vida Saudável.

Sobre nós

O Site Delícias da Vida Saudável tem por objetivo ser um portal de encontro, onde as pessoas que buscam hábitos saudáveis poderão encontrar informações como receitas, exercícios, aividades, doenças, etc.

Ultimas postagens

Sobre